Rock in Rio: a história de um dos maiores festivais do mundo

BLOG


Rock in Rio: a história de um dos maiores festivais do mundo

O Brasil é referência internacional quando se trata de carnaval, samba e futebol. No mundo todo, os olhares voltados ao país tupiniquim se concentram nesses três itens. Mas, para os fãs de rock, o Brasil – mais precisamente o Rio de Janeiro – tem algo a mais. Desde 1985, o Rock in Rio abala as estruturas do estilo musical reunindo vários artistas em dois finais de semana com muita música.

 

O festival de música foi idealizado por Roberto Medina e, desde a sua fundação, o Rock in Rio foi considerado o maior festival de música do planeta. Apesar de seu nome, já ocorreram edições em cidades diferentes do Rio de Janeiro. Lisboa, Madri e Las Vegas receberam alguns desses eventos, sendo que já aconteceram em Portugal e na Espanha simultaneamente.

 

Conheça algumas curiosidades do Rock in Rio e saiba um pouco mais sobre o maior festival de música que acontece aqui no Brasil!

 

Rock in Rio: idas, vindas e uma legião mundial

 

Com sua primeira edição em 1985, o Rock in Rio foi realizado na Barra da Tijuca e logo já ganhou uma das suas principais marcas: a Cidade do Rock, como são batizados os locais de realização dos shows. A música tema do festival foi feita por Nelson Wellington e o maestro Eduardo Souto Neto. Mas sabe quem gravou a primeira versão? Roupa Nova. Acredite se quiser…

 

O sucesso foi tanto que o Rock in Rio II foi realizado, mas somente seis anos depois, em 1991. Como a antiga Cidade do Rock tinha sido demolida por ordem do então governador Leonel Brizola, o festival aconteceu dentro do Maracanã, durante 9 dias de muita música. Além do próprio gramado, os fãs puderam ver os shows nas arquibancadas do estádio carioca.

 

10 anos depois e o Rock in Rio III retornou, com a sua saudosa Cidade do Rock no mesmo local da primeira edição. Com a capacidade de 250 mil espectadores, foram construídas tendas para shows alternativos àqueles de grande procura. Foi a primeira vez que a ideia de palcos distintos foi implementada, assim como é feita hoje. A localização da Cidade do Rock original se tornou a Vila Olímpica dos jogos de 2016.

 

O festival ganha o mundo: Rock in Rio fora do Brasil

 

Em 2004, o Rock in Rio ganhou a Europa e foi direto para Lisboa. O padrão do último evento foi repetido, mesmo com os protestos da imprensa e do público brasileiro, que eram contra a ida do festival para fora do Brasil. 2006 e 2008 contaram com mais outras edições em solo português, com um evento simultâneo em Madrid em 2008.

 

Mas a ideia de Roberto Medina era voltar para o Brasil, o que aconteceu em 2011. A nova Cidade do Rock, construída com o apoio da prefeitura, abrigou mais uma vez o festival, que passou a ocorrer de dois em dois anos em solo brasileiro. O Rock in Rio Lisboa não deixou de existir e, assim como o evento do Rio de Janeiro, ocorre de dois em dois anos e já tem confirmação até 2018. No ano de 2015, o Rock in Rio fez uma edição em Las Vegas, com quatro dias de festival.
Entre tantos artistas que já passaram no festival, estão outros milhões de fãs que já tiveram o gostinho de desfrutar a emoção de participar do Rock in Rio. Se você não foi ao evento desse ano, prepare-se para os próximos. Quem sabe, como uma das atrações? Você pode aprender sobre as músicas de seus ídolos aqui na Melody Maker Escola de Música!